quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Batismo de Mergulho na Ilha do Arvoredo


A 18 anos atrás eu pensei comigo"um dia vou fazer um curso de mergulho na Pata da Cobra". Demorou um pouquinho, mas esse dia chegou e foi ontem!!!
Abaixo algumas fotos dessa enorme emoção só pra ter uma vaga idéia.
estou a direita da foto, ao fundo, de chapéu.
Preparada com uma roupa sereia velha

Lugar paradisíaco, a reserva da Ilha do Arvoredo, intocada e em alto mar, uma hora e meia de barco.
Instruções e mais instruções; escola Pata da Cobra.
Não parece mas sou eu. Instrutor ao fundo.
Aqui nós em plena comunicação submarina.
Tudo OK.
Alguém reconhece essa máscara?
Fauna e flora ímpares. Garoupas, ouriços, meriquitis.
bem comportada no primeiro mergulho nem arriscava tirar o regulador.
6 metros de profundidade. Outro mundo lá em baixo.
deixei bolhas.
levei saudades
Meu instrutor particular.
hehehe!

Um comentário:

  1. Que privilégio!!!!Parabéns Ami!Mais uma para botar no currículo da vida!Bjos ,Outro

    ResponderExcluir

Canção do Exílio

Minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá
as aves que aqui gorjeiam,
não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas
nossas várzeas tem mais flores,
nossos bosques tem mais vida
nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, a noite
mais prazer eu encontro lá
minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá.

Minha terra tem primores
que tais não encontro eu cá
em cismar sozinho a noite
mais prazer eu encontro lá
minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá

Não permita Deus que eu morra
sem que eu volte para lá
sem que desfrute os primores
que não encontro por cá
sem qu'inda aviste as palmeiras
onde canta o sabiá.

GONÇALVES DIAS